A noiva chegou à Igreja de S. Vicente, na Guarda

A entrada da noiva, seja nas Igrejas em casamento religioso, seja na carpete vermelha que a leva à mesa de cerimónia civil é, sempre, um dos momentos mais aguardados do dia de casamento. É por isso que os fotógrafos de casamentos presentes, para registo, procuram sempre a melhor posição para que nada fique de fora.

Dada a rapidez e a impossibilidade de repetição, da minha parte tento não inventar muito e a experiência já me deu aquele conhecimento que me permite, sem perder a criatividade sempre necessária para uma boa foto, “adivinhar” a posição melhor conforme as condições do espaço, igreja, quinta ou onde seja que se realize.

No entanto, volta e meia fico surpreendido pelo resultado. Parece que todos os elementos que fazem parte de uma imagem resolveram fazer-me o favor de estar todos no lugar certo e com a atitude necessário levando a uma fotografia conseguida. Foi o caso da entrada da Ana e do seu pai na Igreja de S. Vicente na Guarda. Uma noiva feliz, poderosa e cheia de noivice, um pai de mão protectora a garantir que o caminho está seguro e moldura, a esperar noiva, que não podia estar melhor composta. Menina a esperar a noiva de flores decorada com avó a dar as ultimas indicações e tio, lá no cantinho, atento, a fechar em ouro esse lado da fotografia. Do outro lado o menino olha para a chegada da princesa em dia dela e madrinha a verificar se está tudo pronto do lado de dentro da Igreja.

Enfim, o que pode contar uma fotografia. E esta, fiz eu.

The arrival of the bride is, always, one of the most expected moments at a wedding day if at the Church or at the Civil Ceremony. That is why all wedding photographers try to find the best position for the best coming photos.

Because it is a very fast and unrepeatable moment I try do not invent something new at the moment, but my experience give me the knowledge  to “guess” the best spot at the space conditions, chuch or venue, where the ceremony take place.

However, sometimes one photo of that moment surprise me. It seems that all the elements present in the frame presented me with the perfect behavior giving me that photo, for my pleasure. It was that one when Ana and is father start to enter in S. Vicente church at Guarda. A bride happy, powerful, a father with is protective hand granting a save way and, waiting for the bride, the best frame: the ring girl full of flowers with granny with last advice and uncle  firm at is position at the corner of the frame as he should be. Left side the boy look at the princess and godmother looking for the free way inside the church.

Well, how much a photo can tell. And that one, I did it.

Texto e foto: Fernando Colaço

0958

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.