A noiva e o último detalhe

Como fotógrafo de casamento tenho o privilégio de, numa das etapas do dia, estar rodeado de mulheres e das suas  pequenas, grandes, diferenças dos homens. Pelo menos, e na parte que interessa aqui, no que diz respeito aos detalhes na preparação para o grande momento que é a cerimónia.

Quando chego a casa da noiva começo a fazer a socialização sempre necessária ao fotógrafo de casamento para, por um lado, se integrar e, por outro, mostrar subtilmente, a quem o rodeia, a não lhe darem importância nenhuma. Não sei bem porquê começo quase sempre, e porque temos que começar de alguma maneira, então querida noiva já está nervosa não senhor nem um bocadinho estou com a maior das calmas. É engraçado que se apostasse ganhava sempre com a resposta e, a seguir, com a minha previsão: espere até chegar a hora de enfrentar o belo vestido pendurado, ainda, em cabide aconchegado.

É claro que o frenesim começa, os olhos perdem controlo com tantas atenções e pouco tempo, a boca deixa de saber sorrir, pelo menos como fotografo gosta, nada parece pronto, mães, madrinhas, irmãs, primas e amigas entram em pequenos pânicos  e esmeradas atenções e o fotógrafo de casamento fica nas sete quintas em manancial, chamamos nós, de momentos. Por vezes, apenas, pequenos gestos. A maioria, irrepetíveis. E esses dão-me particular prazer captar.

Texto e foto: Fernando Colaço

Noiva pronta pelo fotografado casamento Fernando Colaço

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.