Casamento e baptizado

Costumo dizer que a grande diferença entre a cobertura de um casamento com muitos convidados ou poucos está no cenário que estes possam proporcionar. Mais pessoas compõem mais o cenário. Mas o aproveitamento para fotografias não tem muita importância para mim. A prova está no casamento, com o baptizado da filha, da Susana e do Joaquim apenas com os familiares próximos e amigos mais chegados.

Fico, muitas vezes, espantado com as possibilidades fotográficas que um pequeno grupo de pessoas pode gerar. Com o princípio que me orienta que tem como base o noção que não sou eu que faço fotografias mas que me limito a apanhá-las, com, obviamente, a minha experiência, o meu equipamento e as possibilidades que admitem na reinterpretação do acontecimento. O que sei é que não fico com menos afã por ter para cobertura um evento mais sossegado.

Por outro lado, e apesar de ser completamente atraído pelas zonas de confusão que costumam ser muito sumarentas para fotografar, este lado calmo e familiar obriga, também, a um olhar pesquisador mais sereno para encontrar as essências, tal perfume mais raro. Eu gosto.

Texto e fotos: Fernando Colaço

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.