Na Quinta dos Lagos foi o casamento

Foi, sem dúvida, o casamento mais doloroso fisicamente que fiz até hoje, não porque me tivesse custado, bem pelo contrário, mas porque foi fisicamente a dar para o puxado.

Saída no dia anterior até casa do noivo, o Celestino, em Pardilhó perto de Estarreja. No caminho comecei a temer pelo dia seguinte quando a chuva começou a irromper, primeiro devagarinho, daquela que enerva porque nem o limpa pára-brisas precisa de estar sempre ligado e, se não está, começamos a ficar com miopia ultra progressiva e deixamos de ver a estrada sem quase nos apercebermos. Depois, forte e persistente com os senhores da rádio a dizerem que, no dia seguinte, seria o que nos esperava. Apesar de casamento molhado casamento abençoado, duvido que os fotógrafos que no dia seguinte estão encarregados de escrever com luz por esses casamentos fora achem grande piada ao assunto.

Todavia, a manhã seguinte, bem cedo,  revelou-se de luz pós chuvada, limpa, luminosa em tudo de bom augúrio para o resto do dia, como veio a acontecer e a casa do pai do Celestino foi cenário de grande qualidade para o que nos aguardava.

O problema é que a noiva e todo o resto dia ainda estavam a mais alguns bons quilómetros abaixo que foram feitos em auto-estrada que é coisa que não me dá grande satisfação na condução. Prefiro, de longe, as lentas mas dinâmicas nacionais do que as monótonas vias rápidas da senhora do gps.

Chegados a Leiria fomos recebidos em grande pela família da noiva, a Vanessa, onde o gosto do meu indicador direito pelo click foi premiado pelas fotos que abaixo desfilam.

Cerimónia na linda Igreja Matriz da Caranguejeira e festa na Quinta dos Lagos com convidados bem dispostos e a gostar de festa e passou, afinal, rápido o dia de casamento da Vanessa e do Celestino.

De rumo a casa, com mais uns quantos quilómetros pela frente, afinal, parecia que não tinha custado tanto. Será por isso que dizem que quem faz por gosto não cansa? Se calhar!…

Texto e Fotos: Fernando Colaço


Dk_001

 

Dk_002

 

Dk_003

 

Dk_004

 

Dk_005

 

Dk_006

 

Dk_007

 

Dk_008

 

Dk_009

 

Dk_010

 

Dk_011

 

Dk_012

 

Dk_013

 

Dk_014

 

Dk_015

 

Dk_016

 

Dk_017

 

 

Dk_018

 

Dk_019

 

Dk_020

 

Dk_021

 

Dk_022

 

Dk_023

 

Dk_024

 

Dk_025

 

Dk_026

 

Dk_027

 

Dk_028

 

Dk_029

 

Dk_030

 

Dk_031

 

Dk_032

 

Dk_033

 

Dk_034

 

Dk_035

 

Dk_036

 

Dk_037


Dk_039

 

Dk_040

 

Dk_041

 

Dk_042

 

Dk_043

 

Dk_044

 

Dk_045

 

Dk_046

 

Dk_047

 

Dk_048

 

Dk_049

 

Dk_050

 

Dk_051

 

Dk_052

 

Dk_053

 

Dk_054

 

Dk_055

 

Dk_056

 

Dk_057

 

Dk_058

 

Dk_059

 

Dk_060

 

Dk_061

 

Dk_062

 

Dk_063

 

Dk_064

 

Dk_065

 

Dk_066

 

Dk_067

 

Dk_068

 

Dk_069

 

Dk_070

 

Dk_071

 

Dk_072

 

Dk_073

 

Dk_074

 

Dk_075

 

Dk_076

 

Dk_077

 

Dk_078

 

Dk_079

 

Dk_080

Share This:

One Response to “Na Quinta dos Lagos foi o casamento”

  1. Johannes Fenn

    This is perfect. I really like your wedding pictures.

Leave a Comment

  • (will not be published)

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.