O fotógrafo de casamento sob sol do Algarve

A viagem. É também a isto que ser fotografo de casamento dá direito. E, para mim, é um direito que assumo com todo o prazer pelo meu lado de viajante desde que comecei a ter possibilidade de usufruir dele, o gosto de viajar.

Reconheço que durante alguns anos ficou um pouco escondido, fantasiado a partir dos filmes da América com as suas estradas longas de comprimento e de largura e os seus Cadilaques imensuráveis sem capota para, de cabelos ao vento, acentuar a aventura, o gosto e o desconhecido da viagem, que a necessidade de fotografar casamentos longe da minha morada voltaram activar e a acentuar o importante de ser fotógrafo de casamento.

Sair de casa cedinho, ás vezes antes do sol romper para os lados da Ponte sobre o Tejo e a desejar dar com ele a indicar caminho mesmo no enfiamento da ponte, desejo até hoje nunca atendido mas que a esperança de esperançado em coisas improváveis ainda não desistiu de desejar, e deslizar pelo alcatrão abaixo, porque o Algarve, para mim, fica lá em baixo, sempre igual e sempre outro quando o vento, o sol, as nuvens ou a parte do ano assim mandem fazer com que a viagem, mesmo que repetida, nunca perca o seu sentido de caminho para outra coisa , outro lugar e, no caso, outro casamento, também ele provavelmente igual a outro na forma mas completamente diferente nos pequenos detalhes que Sónia e Tiago fizeram questão em que fossem os deles e só deles e para os que lá estiveram e viveram com eles esses sentires que só quem se casa sente.

Não vou esquecer a viagem até Albufeira, nem, muito menos, o caminho até à Ermida de S. Lourenço do Palmeiral com cerimónia com alianças fugidias até reencontro com dedos felizes na Praia junto ao Club-Nau em Ferragudo onde um fim de tarde com carimbo do mediterrâneo nos pintou a luz boa para fotógrafo de casamento aproveitar até ao finzinho. Mesmo.

É com assunção de viagem que vejo um dia casamento e é com o prazer dela que espero o próximo. Deste, fica o meu agradecimento à Sónia e ao Tiago.

Texto fotos: Fernando Colaço

0037

 

0082

 

0103

 

0107

 

0137

 

0244

 

0253

 

0265

 

0271

 

0310

 

0325

 

0353

 

0441

 

0475

 

0511

 

0524

 

0569

 

0606

 

0612

 

0651

 

0663

 

0702

 

0721

 

0775

 

0815

 

0830

 

0851

 

0872

 

0906

 

0936

 

0964

 

0998

 

1059

 

1079

 

1087 1111

 

1120

 

1123

 

1205

 

1207

 

1230

 

1261

 

1298

 

1349

 

1360

 

1362

 

1379

 

1388

 

1418

 

1448

 

1492

 

1493

 

1507

 

1524

 

1528

 

1599

 

1608

 

1617

 

1618

 

1628

 

1693

 

1702

 

1719

 

1792

 

1815

 

1838

 

1878

 

1918

 

1930

 

1938

 

2169

 

2213

 

2219

 

2295

 

2306

 

2337

 

2350

 

2356

 

2384

 

2399

 

2429

 

2460

 

2487

 

2516

 

2557

 

2622

 

2679

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.