Olha para mim…estamos casados!…

Volta e meia ao perguntar a alguém como foi a noite de ano novo, tenho como resposta que foi uma noite como as outras. É evidente que sim. Mas, na nossa natureza de humanos temos uma faceta a que chamamos cultura e essa cultura vive, fundamentalmente, de simbologias. Para, nos tempos antigos, marcar o fim das colheitas, a data de um solstício, um momento lendário ligado à criação de uma comunidade ou todos os anos querer uma renovação que se festeja com festa e como passagem para aspirações sempre melhores.

Foi com estes pensamentos que escolhi esta fotografia para o post de hoje. Sendo adepto de fotografias simples na concepção, sem artifícios para além do envolvimento no cenário, sobra apenas  a capacidade, e verdade, dos personagens de modo a transparecer a verdadeira importância simbólica do dia. O amor e o estar feliz por terem decidido que existisse este depois do sim algumas horas antes.

De certeza que a Filipa e o Pedro vão, no tempo, confirmar esta fotografia e eu orgulhoso por tê-la apanhado. Sejam sempre muito felizes a seguir a todos os vossos anos novos.

Texto e foto: Fernando Colaço

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.