Um casamento em Fátima

Afectos. Se eu tivesse que escolher uma palavra para descrever este dia seria, sem sombra de dúvida, afectos. No plural.

Reescrever em palavras o que está nas fotografias, além de redundante, é sempre limitado para quem as domina, também, de forma limitada. A jornada começou cedo e o caminho foi sendo cumprido mesmo depois dos meu gps me querer enviar para outra vila, talvez com rua do mesmo nome mas omitida no seu banco de dados para Ourem.

Em casa do Daniel, adorador do cheiro da terra e do que generosamente esta lhe oferece, tive o prazer de copo de vinho feito em casa e aconchego do estômago com a família seguido do seu despachar que o tempo passa depressa e a noiva Alexandra está à minha espera em Fátima.

Não vale a pena muita literatura porque o tempo foi completamente preenchido a correr atrás das fotografias que me estavam a ser oferecidas a todo o momento e até ao fim do dia.

Se me for permitido uma segunda palavra escolho família. Vejam as fotografias e percebem porquê. E foi nesse ambiente de família que me mantive até ao fim da festa para mais um dia cumprido. A ela, a família toda, agradeço o privilégio e o prazer de a fotografar.

Texto e fotos: Fernando Colaço

0040

 

0076

 

0109

 

0327

 

0405

 

0418

 

0451

 

0455

 

0463

 

0496

 

0561

 

0564

 

0568

 

0631

 

0652

 

0661

 

0723

 

0733

 

0756

 

0774

 

0792

 

0841

 

0861

 

0910

 

0922

 

0950

 

0984

 

1005

 

1144

 

1179

 

1217

 

1252

 

1289

 

1308

 

1368

 

1423

 

1429

 

1543

 

1558

 

1563

 

1566

 

1576

 

1584

 

1591

 

1660

 

1672

 

1699

 

1702

 

1720

 

1789

 

1792

 

1803

 

1851

 

2174

 

2278

 

2389

 

2452

 

2545

 

2744

 

2960

 

3010

 

3101

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.